Escapadela nas Rias Bajas

Rias Bajas

Rias Bajas

História, arte, natureza, desporto … Um fim-de-semana em Espanha é provavelmente pouco tempo para desfrutar de tudo o que a região do Baixo Minho espanhola tem a oferecer.

Entre o rio e o mar, as cidades de Tui, Guarda, Tomiño, O Rosal e Oia, convidam-nos a desfrutar de áreas naturais belíssimas, a apreciar um valioso património histórico e artístico, e a vibrar com as diferentes actividades desportivas, sem esquecer é claro a excelente cozinha, magnificamente acompanhada com vinho O Rosal, a Denominação de Origem Rias Baixas.

O estuário do Minho, na fronteira com Portugal, por muitos especialistas como o parque Doñana galego, será o nosso ponto de partida para a visita esta região. Admire a sua grande riqueza ecológica e observe a população de aves.

Subindo verá como a natureza em La Guarda oferece possibilidades interessantes não só para umas férias de descanso e contemplação mas também para turismo mais activo. Assim, suba ao alto do Monte de Santa Tecla encontrará um local para caminhadas, com uma vista maravilhosa do estuário e do país vizinho, e de onde observará os antigos moinhos do século XVII, e visitando o Castro, recuará no tempo ao deparar com uma das melhor restauradas e preservadas cidadelas da Galiza, que alberga uma reprodução fiel de uma casa castreja.

Venha a Oia à hora de almoço e saboreie os seus deliciosos percebes e peixes. Aprecie a paisagem rochosa da costa ou dirija-se à Serra de Grova, área protegida dos municípios de Tui, A Guarda e Baiona e onde, por entre a vegetação autóctone, podemos ver cavalos em semi liberdade. Aqui poderá fazer escalada, parapente ou vôo livre. Já na praia de Santa Maria pode surfar. Mas se gosta de arte e história tem à sua disposição itinerários que o levarão a castros, petroglifos, pontes romanas, moinhos, igrejas e mosteiros, sublinhando a Santa Maria la Real de Oia. E se o fim de semana acontecer em Maio ou Junho, terá o privilégio de assistir à celebração de “A Rapa das Bestas”, colorida tradição em que os jovens da área cercam os cavalos que vivem nas montanhas para marcar as novas reses e cortar a crina.

O Rosal é onde encontra as melhores praias fluviais e em Tomiño os amantes da pesca desportiva têm nos rios Tebra e Furnia, afluentes do Minho, trutas excelentes. Estas duas cidades oferecem também atraentes rotas de interesse cultural, tais como os moinhos de Pico-Folon; em O Rosal encontram-se preservadas gravuras rupestres, locais galego-romano sítios e edifícios do século XVIII como a igreja San Miguel, na freguesia de Santa Marina ou o antigo solar que é hoje a sede do município. Em Tomiño destacam-se restos da cultura megalítica e pequenas igrejas românicas, como as paroquiais de Tomiño, San Salvador ou Barrantes.

Se pretender continuar a admirar monumentos terá de visitar a catedral de Tui, cuja construção começou em 1120 em estilo românico, mas foi concluida em estilo gótica. Estude o pórtico, e as várias capelas, o arquivo, o claustro, o coro e órgão. No Museu Diocesano observará uma vasta selecção de itens arqueológicos. A natureza é também um monumento em Tui com a Reserva Natural do Monte Aloia. Tem diversos trilhos para caminhada e numerosos miradouros que convidam a admirar as belas paisagens da montanha e dos vales do Louro e do Minho, e em dias claros da Ria de Vigo.

E para terminar um fim de semana com tanta actividade, nada melhor do que uma pausa relaxante nas Termas de Caldelas Tui. Boa estadia em Espanha, olé!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s